quinta-feira, 1 de julho de 2010

Os sonhos...

... Nos carregam em momentos especiais! Como é bom sonhar, é um escape. Acho que por isso que dizem que, nada como uma noite bem dormida para nos fazer esquecer, ou passar por cima das coisas ruins! Essa noite sonhei com pessoas que me fizeram muito feliz... em 2001! Sim... há 9 anos e meio! Ir para a praia era tudo que eu mais queria na minha vida, sempre! Eu e minha amiga Ana Bassan. Tínhamos nossos "interesses". Eu tinha 20 aninhos, corpinho surfista, moreninha, roupas de grife surfista (que eu comprava com meu dinheirinho), cabelos lisos com luzes. BONS TEMPOS!
E no meu sonho estavam os pivôs das nossas idas semanais (sim, porque já trabalhávamos, então pegávamos o ônibus em Curitiba nos finais de tarde de sexta e voltávamos nas noites de domingo). Foi muito engraçado, porque me vi com 20 anos, curtindo tudo e mais um pouco! Me deu uma saudade, peguei minha caixa de lembranças onde guardei apenas as folhas da minha agenda desta temporada e... Aqui estou! Não vou postar detalhes... Mas quero mostrar que a vida é feita de momentos, às vezes de palavras, às vezes de atitudes. Mas tudo isso marca, de formas boas ou ruins, marca! E quero mostrar apenas as marcas boas que tenho!
01/01/2001 - "Quando se sentir derrotado, lembre-se: entre milhões de espermatozóides você foi o escolhido."... Eu e minha amiga tomamos coragem e ligamos para os beach boys - engraçado né, hoje vejo que nem ligávamos para nada, só ligamos e desejamos Feliz Ano Novo!, recusamos um convite para sair - tínhamos que ser difíceis - e passamos a noite falando sobre o que tínhamos feito!
Passávamos muitas noites em claro planejando o dia seguinte - nunca dava certo! Ahhhh a maturidade, agora vejo que não devemos perder tempo com o futuro. Ele chegará!
02/01/2001 - Surpresa: os "beach boys" vieram nos buscar de surpresa! A Ana estava sonolenta bateu a cabeça no portão (mico I) e depois, na casa dos meninos ela quebrou um copo (mico II), muito truco e muita cerveja depois, dia amanhecendo e... BINGO!
03/01/2001 - Barzinho em Santa Terezinha com os "beach boys" e o inesperado, colegas da faculdade (sim, eu tinha um namoradinho em Curitiba, ele era da faculdade e... outro post). Noite perfeita... HAHAHA, hoje lembro que chovia muito dentro do barzinho e que eu e a Ana estávamos em pânico com nossas escovas e chapinhas!
04/01/2001 - Sim, novamente as Cinderelas foram convidadas a sair! E novamente foi perfeito! não fosse o fato de ser sábado e a última badalada da meia noite estar próxima! "Amor de verão não sobe a serra!"... HAHA... Subiu!
05/01/2001 - "Se podemos sonhar, podemos realizar nossos sonhos!" - e acabou! Os dias mais perfeitos tinham acabado!

Hoje com quase trinta, me vejo no filme Grease curtindo um verão...
Essa foi a segunda melhor temporada da minha vida! Foi perfeita. Perdeu o posto de melhor temporada quando, no final de 2006 uma coisinha cabeluda, gordinha, com sorriso banguela e de biquinis com fraldão roubou meu coração e decidiu comer areia e beber água do mar! Essa sim, foi a melhor temporada da minha vida!
Mas como foi importante curtir cada dia, cada sofrimento da adolescência, cada coração partido, cada sorriso dos "beach boys"... Músicas que marcaram, "Infinita Highway - Engenheiros do Hawaii", "Eu e a Tábua - Gabriel O Pensador", "Chico Science"...
Foi importante porque me ajudou a amadurecer, a tomar decisões que marcaram minha vida. Hoje, todos os quatro estão ou estiveram casados, têm filhos, uma vida adulta... Se são felizes, cada um ao seu modo, sim! Mas, garanto, que nenhum de nós esqueceu cada maluquice que fez! E foram muitas! Sempre saudáveis, nada que fizesse mal a ninguém! fomos adolescentes felizes e curtimos cada momento... Sim, tevémos muitos momentos felizes e infelizes, mas sempre plenamente vividos!
Talvez eu tenha sonhado com isso para lembrar como eu era aos meus 20 anos, de certa forma madura, responsável e acima de tudo, sabia respeitar o próximo... RESPEITO! É o que falta nessa geraçãozinha que esta aí! Uma pena que os pais não tenham comnseguido passar valores familiares e muito menos princípios... Uma pena! Quem paga é a sociedade!

Beijos

3 comentários:

  1. Nossa, Lu....
    Não sei nem o que dizer. Estou com lágrimas nos olhos...
    Sempre falo que a maternidade me tornou uma mulher, que antes eu era só uma menina, inconsequente, e esse jeito moleca era meu charme. Ontem fiz um seguro de vida.
    A vida muda e por mais que ame a vida como é hoje, as vezes me bate uma saudade de tempos idos que nunca mais voltarão...
    Uma vez fiz um post sobre isso:
    http://redemulheremae.blogspot.com/2010/06/vida-era-mais-simples-antes-da.html
    Não trocaria minha vida com filhos e família por nada, e não me imagino mais com a minha rotina de 5 anos atras.
    Mas tem coisas que dá tanta saudades as vezes, né?
    Amei o post. Muito sensível e sincero.
    Bjos,
    Calu
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  2. que delícia sonhar e relembrar as fases da vida e ainda, de quera, ver que fez bem, direito, na boa...
    ótimo posto, lu...
    bjocas
    carol

    ResponderExcluir
  3. Nossa , estava eu pesquisando no Google o nome "Ana Bassan" e me deparei com esse texto maravilhoso.. hj eu com 27 anos me recordei e me identifiquei muito com a tua história!! Parabéns.. Bjss

    ResponderExcluir