sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Porque eu desabafo...

Hoje estou acabada! Cansada! Exausta!
Pela primeira vez desde o nascimento da Alice tive vontade de chorar!
Acumular cansaço físico e mental, ninguém merece!
Estava super feliz porque hoje minhas amigas do Cordão Dourado vieram conhecer minha caçulinha. Sinto muitas saudades de papear com elas todos os dias! E hoje pudemos colocar a prosa em dia! Mas Alice estranhou, não dormiu a tarde quase nada e a noite deu um baile. Até dormir, quando sossegou. E a Dani, como tem sido de praxe, deu baile desde que chegou da escola! Mas hoje eu estava muito cansada e nada disposta a negociar. Hoje eu não queria chantagear, então impus minhas vontades a ela.
Acho que ela está ficando cheia de vontades e usando o ciúme para conseguir o que quer. Mas acho que ela está passando dos limites! Hoje senti que ela está abusando do pai e da mãe, e se as coisas não são do jeito dela ela chora!
Na verdade hoje senti que as coisas saíram do meu controle com a choradeira das duas, e fiquei triste! Estava tendo muito jogo de cintura para lidar com a Dani, mas hoje vi que está ficando demais!
E me senti tão carente! E acabei enxergando que a mulher forte que aguentou 30 horas de trabalho de parto e se sentia preparada para "o que der e vier" ainda tem alguns fracos!
Acho que agora o jeito é me afundar em uma caneca de chá e nas bolachinhas que a Lu Doneda trouxe para o nosso lanchinho, e torcer para encontrar na coleção de DVDs um filme bem "xalalá" para chorar muito (pelo filme é claro!)!!!!!
Beijos e Boa Noite!!!!!

4 comentários:

  1. É,amiga tem dia q estamos assim,tão fracas...e as crianças ñ colaboram,mas confie q o dia seguinte será melhor...E saiba que sempre estarei aqui,sua amiga virtual é isso!

    ResponderExcluir
  2. É amiga,tem dia q estamos assim tão fracas e as crianças não colaboram,o bom é q o dia seguinte será melhor, confie...E qq coisa estou aqui a amiga virtual é só chamar...Bjão!!!!

    ResponderExcluir
  3. oi flor sabe lendo o teu relato, lembrei me de uma vez, que o caio incomodando, a Mariana berrando, eu tive vontade de sumir, sair correndo porta fora e voltar só depois, foi logo quando a mariana nasceu, acho que a gente fica muito asoberbada de trabalho, e nao estamos acostumados com os dois...depois disso tive algumas crises, mas poucas, penso 10vezes e me acalma,olhando pra eles, minha vida não seria a mesma sem eles, mas te entendo muito viu amiga, e tu és uma mulher muito forte aguentar 30hrs de trabalho de parto, tu é guerreira mulher...
    Sobre a filhota, o caio faz muito isso, nossa como faz, em vez de ele ajudar, atrapalha mais...entao anda sentando bastante na cadeira do pensamento e andamos lhe tirando alguma coisa que ele gosta muito, esse é nosso castigo, pra não ficarmos dando laço...espero que tu melhores viu...beijos da @jocenteno

    ResponderExcluir
  4. Lu, essa fase inicial de mãe de duas, principalmente quando a mais velha ainda não entende bem as coisas, é difícil. Eu sofri MUITO no início. Minha mais velha não tinha nem dois anos e meio ainda, e saiu da condição de filha-neta-sobrinha única pra filha-neta-sobrinha mais velha... É claro que ela recebia muito amor de todo mundo, mas ela foi vendo o seu mundinho cair, e chorava mais do que o normal. Até que, um dia, dei a caçula na mão da minha sogra e peguei a maior pra conversar. Expliquei que agora tinha a irmã e que tínhamos que dividir os cuidados. Mas que todo mundo continuava amando ela muito, que o amor não era dividido, mas multiplicado, e que ela não precisava se preocupar em perder o seu posto de menina amada. Apesar de ser bem pequena ainda, acho que ela entendeu bem a conversa, porque deu uma boa acalmada no coração.

    Quem sabe um papo desses não funciona com a Dani? :-)

    É duro mesmo, eu sei o que você está sentindo. E o cansaço de puérpera deixa a gente louca.

    ResponderExcluir