sábado, 11 de maio de 2013

A Cólica

Cólica é o desconforto intestinal que todo bebê sente, seja pela imaturidade intestinal, seja pela imaturidade do sistema nervoso. Não é raro que mães relatem que seus bebês nunca haviam chorado como no dia em que resolveram passar a tarde na casa de familiares, pulando de colo em colo. Seja a causa que for, a cólica é muito desconfortável e provoca um choro inconsolável no bebê. O fato é que todo bebê pode ter cólica, e cada vez mais estudos apontam que a alimentação materna não tem tanta influência nesse fenômeno quanto se pensava antigamente.
Sou mãe de três meninas. A primeira começou a apresentar as tais cólicas exatamente no dia em que tomou a primeira vacina (dia em que eu chorei desesperadamente e me senti a pior mãe do mundo por ter colaborado com a dor da pequena!). Depois disso, as noites de choro interminável se tornaram frequentes até o terceiro mês da pequena. Minha segunda filha chorava das 18h às 23h sem parar! Ela para quando estava em meu colo ouvindo minha voz, mas se eu pensasse em colocá-la no berço, o chororo recomeçava e lá se iam horas até parar. Minha caçulinha, se teve três episódios das tais cólicas, foi muito. Ou seja, mesma mãe, mesmo mamá e... Tantas diferenças!

O livro (bíblia!) Soluções Para Noites Sem Choro trás algumas dicas de como os pais podem ajudar seus bebês a passar por esses períodos:


  • - Oferecer o peito em livre demanda pode ajudar a acalmá-lo;
  • - Se o bebê mama na mamadeira, experimente trocar a fórmula para ver se o desconforto diminiu;
  • - Experimente mamadeiras e bicos (no caso do bebê não ser amamentado ao seio) que impeçam a ingestão de ar;
  • - Mantenha o bebê em na vertical após as mamadas e, se possível, durante as mamadas (posição sentadinho ajuda muito);
  • - Os momentos das mamadas (ao seio ou na mamadeira) devem ser tranquilos, em locais confortáveis para mãe e bebê;
  • - Caso o bebê faça uso da chupeta, ofereça a ele;
  • - Coloque o bebê para arrotar após cada mamada;
  • - Faça uso frequente do Sling pois além de acalmar o bebê pelo contato direto com a mãe, ajuda a esquentar a barriguinha e liberar os gases;
  • - Banhos de balda para relaxar ajudam a acalmar bebês que têm muita cólica;
  • - Faça uso das almofadinhas de sementes, que ao serem aquecidas no microondas e colocadas no abdomen do bebê, ajudam a aliviar as cólicas;
  • - Faça bicicletinha com as perninhas do bebê, flexionando os joelhos em direção ao abdomen do bebê e esticando as perninhas;
  • - Massageie a barriguinha do bebê com óleo para massagem;
  • - Faça um casulinho com o bebê e passeie com ele pelo quarto. A sensação de aconchego provocada pela redução do espaço físico ao redor dele, aliados ao embalo ajudam a acalmá-lo;
  • - Deite-se de barriga para cima e coloque o bebê deitado sobre o seu abdomen de barriguinha para baixo;
  • - Coloque uma música suave e relaxante.
Mesmo não sabendo as causas das cólicas, é bom manter a calma e lembrar que essa situação é temporária. À medida que o bebê for crescendo esses episódios de desconfortos ficarão cada vez mais raros até que um dia, seu bebê dormirá como um anjinho a noite toda!

Beijos