sexta-feira, 24 de agosto de 2012

O amor tarda mas não falha

E cá estamos nós, no auge das 23 semanas de gestação. E eu, na porta da escola, esperando minha menina sair da aula de circo, com Alice dormindo na cadeirinha do carro e sentindo a Nina (Catarina) chutar o ipad.
E, pela primeira vez, desde que as duas tirinhas vermelhas me surpreenderam, me sinto plena e feliz! Parece ue agora, estou "preparada" para ser mãe de três. Agora ue sinto os fortes chutes da Nina, agora que Alice já nos deu seu primeiro susto de sapequice (ela enfiou uma miçanga no nariz e tive ue rodar hospitais para achar um que tirasse o adereço do nariz dela) e agora que eu e a Daniela entramos em acordo com o nome.
E, agora estou preparada para pensar estruturalmente na nossa casa, na nossa vida pós Nina! A minha sensação é que será mais do mesmo, sem muitas novidades, a não ser um lindo parto e mais uma linda vida ue virá me encantar com um sorriso banguela cheirando leite que eu tanto amo!
Agora, é só esperar que minha caçulinha chegue, cheia de amor e doçura!
Que seja bem vinda minha Catarina!

2 comentários:

  1. Que legal, Lu. Aqui também comecei a ficar mais tranquila e conectada com o bebê quando ele(a) começou a se mexer, apesar da gestação ter sido planejadíssima.

    Não sabia sobre o parto natural, que ótimo! Vai ser em casa?

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Viva Viva Viva a Nina, viva a Lu, viva a Dani, a Alice e o Dani, viva essa família linda!!!

    ResponderExcluir