sábado, 19 de novembro de 2011

Me digam que não sou a única...


Bem, sabem aqueles dias em que a vida fica nebulosa? Aqueles dias em que nada se encaixa, tudo remete a uma lembrança que sua cabeça faz questão de ver apenas o lado ruim, em que o pessimismo e a negatividade tomam conta dos seus dias. Nada flui, nada dá certo, tudo é ruim e nada presta? Aí, vem aquela vontade louca de chorar desesperadamente, de correr loucamente sem olhar para trás. Aí, você quer ficar embaixo do edredom (sim, em Curitiba é possível ficar embaixo do edredom no verão!) mas o mundo conspira, você se obriga a levanter e seguir, porque afinal, a vida é uma só!

Meio deprimente, não é?

Sim, muito!

Faz umas duas semanas que me sinto assim. E é muito difícil assumir que a mudança tem que partir de mim. O pior, é saber o caminho e não poder segui-lo.

Uma fase ruim da vida, em todos os sentidos!

Tenho me sentido uma #mãedemerda, tudo me irrita. Como esposa então, prefiro nem comentar! Engordei 3Kg, tenho dependido de chocolate e coca-cola diarimente. Uma necessidade fisiológica disso!

O celular toca, atendo pensando “Tomara que seja uma mãe querendo um sling ou querendo apenas conversar!”, em dez segundos o telefone desliga porque a bateria não aguenta mais do que isso! Coisas sérias e importantes são perdidas por conta do celular (e já viram quanto custa um pré-pago, uma fortuna!).

De repente ele rsolve aguentar 30 segundos e consigo agenda um evento. Mas… Tenho que cancelar porque definitivamente não dou conta de TUDO! Não posso levar as duas meninas comigo para um workshop, sem carro, sem hora para terminar, puxando caixas e mais caixas de produtos, pensando que elas devem estar morrendo de fome, cansadas e tem que ficar ali porque não tem outro jeito!

Definitivamente, estou me sentido péssima!

Vejo mães dizendo que são felizes, que o mundo é cor de rosa e tudo peefeito, casamento sem nenhum problema, nunca se stressa, faz as unhas e ainda tem tempo de ir ao cinema! Sério, isso existe????? Não faço idéia do que é ter vida social, e isso está me deixando um lixo!

Não consigo imaginar isso não! Eu lavo, passo, cozinho, brinco, dou banho, (tento) trabalho, sou companheira, resolvo os problemas do meu mundo com uma destreza que não vejo em mais ninguém! E…

Vazio…

Tenho ficado profundamente irritada de lavar a louça e, quando termino já tenho que fazer jantar ou lanche ou qualquer outra refeição. Quem consegue viver assim? Ou então estender um varal enorme de roupa e o cesto estar eternamente cheio de roupas sujas. Ou juntar duas caixas de brinquedos e segundos depois os brinquedos estão novamente no chão.

Agora me digam, quem aqui, que definitivamente não tem vida, consegue acordar e sorrir? Quem aqui consegue sorrir de pensar em passar uma hora e meia andando de ônibus só para levar 20Kg de tecidos no lombo para a produção (isso só ida, sem contar a volta!). Quem aqui consegue ficar feliz de pensar que ficará sozinha por três meses tendo que fazer TUDO sozinha (e tudo é sempre pouco!)…

Sei lá né, escolhas… Punf!

Melhor ir dormir, que amanhã tem mais…

2 comentários:

  1. Oi Lú, entendo completamento tudo que vc escreveu, no meu caso não são 2 e sim 5 filhos, casamento?Que é isso?Correria total do dia-a-dia, sem tempo para nem se olhar no espelho, como vc penso que essas mães que tem tempo para tudo são de conto de fadas, as vezes tento me dar ao luxo de um prazer,como ontem que fui ao cinema com a filha mais velha, mas pense meia noite, o dia de hoje passou feito um tufão e eu fiquei aqui olhando como vc um cesto enorme de roupas que não tem fim, uma casa que arrumei a metade e quando pisquei toda a metade já tinha virado bagunça de volta, feliz ou infelizmente a vida de mãe, namorada, amiga, companheira, irmã, não é fácil e como vc mesma diz são escolhas...
    Força e conta com as amigas mesmo que virtuais, eu estou aqui :)
    Bjus e boa noite

    ResponderExcluir
  2. ô,Lu,pega aí meu abraço e meu beijo,não estou na melhor das semanas para dar força pra ninguém,mas tamujunta...
    Participo em um grupo no face em que sempre falamos nessa vida perfeitinha que algumas teimam em esfregar na nossa cara...ficamos com raiva,pelo menos no meu círculo virtual e real são raríssimas as que conseguem lavar,passar,cozinhar,cuidar da casa,dos filhos e estar linda,bela,cheirosa e disponível na hora que maridex chega...é a mesma discussão sempre...cada um e um e vender essa imagem de comercial de tv acaba frustrando muitas de nós...
    Eu estou passando por uma momento bem puxado pra mim,meu casamento por um fio,estou tentando resgatar,mas isso foi consequência da rotina,do dia-a-dia e da minha acomodação tbém...Não se sinta uma máe de merda(essa sou eu,rsrsrsrs) fazemos o q podemos sempre bjs!!!

    ResponderExcluir