sábado, 22 de janeiro de 2011

Do que as mães realmente precisam?


Ontem, lendo essa publicação sobre as necessidades das mães empreendedoras, fiquei me perguntando do que EU preciso para trabalhar tranquilamente em casa. A vantagem de trabalahr em casa é estar perto da minha família em tempo integral. Mas, é também uma desvantagem. Não tenho horários fixos, atendo a todos os pedidos de "Mãe, faz isso...", "Mãe, faz aquilo...", "Gunhéeeeeeeeeeeeeeeeeeee...", "Amor, isso..."... Faço o trabalho da empresa, o trabalho da casa, tento não descuidar do carinho e chamego dos meus três amores, tento não descuidar de mim.

Milhões de coisas vieram na minha cabeça. Mas algumas coisas tem sido essenciais nessa nova etapa da minha vida.

Marido: Trabalhamos os dois em casa. E temos que nos revezar no quesito atendimento aos filhos. Algumas coisas ele não pode fazer (amamentar) por mim, mas sempre que possível quebra um galho com as meninas. É fato: a mulher acumula muito mais papéis do que o homem. Mas, uma louça que ele lave para mim, já é uma mão na roda!

Família: Nas horas em que o trabalho aperta, nada como uma vó que liga e diz "Vou pegar a Dani pra passear!". Porque em casa, além de ficar à Deus dará com seus brinquedos, ela não receberia a atenção que ela gostaria de receber. Com as avós, dinda, tia, tio ela recebe atenção exclusiva e ainda passa dias agradáveis e divertidos fazendo o que gosta!

Internet: Não, se não fosse a internet eu não resolveria nada da minha vida! Sou escrava dela! Total e completamente dependente dela. E, agora meu trabalho exige que eu esteja 24h conectada, lendo e respondendo e-mails, atualizando facebook, twitter e (quando dá um tempinho) o blog.

Ajudante do lar: Diarista seria perfeito. Poderia ser uma vez por semana! MARAVILHA! Mas não tenho ninguém fixo. Como só agora vou começar e ser remunerada, talvez daqui há uns três meses eu possa pensar nesse luxo necessário. Por enquanto vou me virando do jeito que dá. As roupas se acumulam para passar, tudo é feito aos atropelos e quando dá...

Tempo: Isso é o que mais preciso e menos tenho! Faz dias que prometo dormir antes da meia noite. Mas meu dia começa às 7:30h e termina por volta da 1h da madrugada, com direito a mamadas a cada três horas. Ou seja, faz seis meses que não sei o que é uma noite inteira de sono, bem como não sei o que é descansar. Mas, agora, tudo que menos quero é descansar. Quero mais é aproveitar cada minuto que tenho para tocar a Carinho de Pano e ter muito sucesso nessa nova empreitada!

É isso, ser mãe empreendedora nao é fácil não! Mas é bom demais!

Beijos

3 comentários:

  1. Não consegui entrar no link.
    Imagino que deva ser muito difícil essa rotina!
    Eu n me imagino trabalhando do jeito que trabalho e cuidando de duas crianças. Parabéns Lu! Admiro muito quem consegue!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Lindona, tem um selinho lá no blog pra vc!

    Bjãoo

    ResponderExcluir